quinta-feira, 8 de abril de 2010

mediascapes (Appadurai)

Hoje dou-vos conta de um estudo que achei muito interessante, para além de relevante e super actual, "Fluxos Matrimoniais entre brasileiras e portugueses" patrocinado pelo Alto Comissariado para a imigração (ACIDI), da autoria de Paulo Raposo e Paula Togni (2009). Para além da pertinência da temática abordada, para mim foi duplamente interessante pelo facto de eu próprio me rever como actor social interveniente no mercado matrimonial transnacional através de um casamento misto com uma brasileira. Isto ainda fica mais engraçado quando verifico que desde Maio de 2009 já passaram por aqui 8558 brasileiros, enquanto que portugueses apenas 3338. De resto fica a sugestão de uma leitura interessada e interessante.

3 comentários:

Henrik disse...

Eu apoio veementemente o fluxo entre Portugal e Brasil! x)
De facto interessante. A língua aproxima...lol

Paulo Raposo disse...

Olá a todo/as
Sou o coordenador desse estudo que foi realizado pela antropóloga brasileira e minha orientanda de mestrado Paula Togni. Gostava apenas de dizer que a actualidade deste tipo de estudos perde-se muito rapidamente, ele foi realizado com pesquisa de terreno durante os anos de 2006-2008 e os dados sobre migração e relacionamentos transnacionais são já algo distintos. Queria ainda fazer notar que apenas fizemos o recorte nos casamentos (dados oficiais) e deixámos por avaliar os dados das uniões de facto (por impossibilidade de obter dados estatisticos oficiais) o que a saber-se obviamente colocaria outras questões e ampliaria a leitura. Agradeço o seu comentário elogioso e espero que o livro sirva de facto para o que se propõe: desconstruir algumas das "fantasias" xenófobas ou exoticizantes acerca das relações transnacionais...

Cogu Cogumelo disse...

A língua está cada vez mais próxima... O mundo está mais próximo.
Totalmente de acordo.